• Vai ser difícil apagar esse fogo

    Os problemas que vão pipocando pelo País têm origem estrutural, e, curiosamente, ao que parece, poucos perceberam isso. E os esforços dos muitos que seLeia mais…

    Learn More
  • O BRASIL se transformou em Magistraturocracia

    Democracia já era. Legislativo, um suposto poder representativo da Sociedade pode estar com os dias contados. As últimas decisões do STF demonstram que os ministros,Leia mais…

    Learn More

Vai ser difícil apagar esse fogo

Os problemas que vão pipocando pelo País têm origem estrutural, e, curiosamente, ao que parece, poucos perceberam isso. E os esforços dos muitos que se preocupam em tentar apagar incêndios ou mesmo obter soluções mais duradouras para cada um dos problemas que surgem são focados nos efeitos e não nas causas.

Leia mais…

O BRASIL se transformou em Magistraturocracia

Democracia já era. Legislativo, um suposto poder representativo da Sociedade pode estar com os dias contados. As últimas decisões do STF demonstram que os ministros, a maioria absoluta apontados pelo governo Lula, estão legislando de acordo com a corrente política ditada pelo Planalto e não mais pelo que está escrito na Carta Magda, ops!, Carta Magna. É verdade que a Constituição vigente é ruim em muitos aspectos, mas, é a Constituição, é o que se tem para respeitar. Se isso não é levado em consideração, então estamos fritos.

Leia mais…

E a vida passa

Não vamos reverberar os assuntos Palocci e Cesare Batisti que já estão amplamente comentados pela imprensa, porque, ao que parece, é exatamente o que os ocupantes do Planalto querem. O pão e circo não funciona mais para uma crescente população mais informada, graças à multiplicação dos meios eletrônicos de informação como a internet, TV aberta e à cabo, rádio e os próprios jornais e revistas em papel. Não que o “pão e circo” tenha se extinguido, apenas recebe agora, as polêmicas como companheiras de distração popular.

Leia mais…

Uma proposta de reforma política não cosmética

Dentre tantos problemas que invadem a vida dos cidadãos dos mais de cinco mil municípios brasileiros, gerando grandes confusões cognitivas sobre causas e efeitos, surgem as discussões sobre uma Reforma Política. Associada à enorme desinformação nacionalmente constatada, os detentores dos poderes no País, assolados pela absoluta descrença nos partidos políticos e políticos que se instalou em talvez 98% da população brasileira, são os próprios políticos que tomam a iniciativa de propor alterações.

Leia mais…

Código Florestal Nacional – Mais uma decição equivocada

A discussão do novo Código Florestal comete um equívoco cuja precedência se baseia em todos os que já foram e continuam sendo cometidos no País: é feita em Brasília para que seja válida em todo o território nacional.

Leia mais…

Recadastramento e Enganocracia

O recadastramento anunciado pelos TREs de alguns estados, com vistas a “eliminar fraudes” e “facilitar a vida do eleitor” com vantagens tecnológicas como a biometria, é mais uma daquelas situações do “me engana que eu gosto” típicas de governos centralistas que tem coisas a esconder. A urna eletrônica não é e nunca será segura. Não há como garantir que os votos dados a um candidato tenham sido computados para o mesmo, pois inexiste a possibilidade de conferência física de cada voto. Por isso, o mínimo que se deveria fazer é imprimir cada voto para ser depositado, no momento da votação de cada eleitor, em urna física à parte. É a unica forma de se poder fazer uma conferência, recontagem de votos, caso necessário.

Leia mais…

Competição injusta

A viagem à China feita pela atual ocupante do Planalto poderia ser encarada como qualquer outra que qualquer presidente faz a vários países, ou seja, estreitar laços e abrir canais para novos negócios. Embora não tenhamos acesso a todos os negócios e possibilidades abertos ou não, a notícia de que os eletrônicos, com a vinda dos chineses ao Brasil, vão ter seus preços bastante reduzidos preocupou. Não pela queda de preços, sempre bem vinda, mas pela forma como isso ocorrerá: com o fim definitivo das empresas brasileiras.

Leia mais…

Para quê Constituição?

As palavras do agora Ministro do STF Luiz Fux podem soar de duas formas, a da vontade de fazer justiça diante de um quadro de injustiças em um País com um cipoal leis controversas, ou do exercício de função dentro de um esquema de dominação plena perpetrada pelo Poder Executivo – que afinal, já colocou, em oito anos, nove dos onze ministros. Lembramos que estamos nos referindo ao Supremo Tribunal, aquele que tem a missão de zelar pela Constituição Federal, a tal Carta Magna da Nação.

Leia mais…

Aborto, Casamento Homossexual e a CPMF

Muitos temas foram abordados durante a última campanha presidencial, tendo a questão do aborto e casamento homossexual criado um ponto de tensão em expressiva parcela de eleitores, sendo considerado o fato que teria causado o segundo turno. Estes temas já estão voltando ao centro das atenções. Dentro das estratégias de priorização das notícias que alimentam e orientam a imprensa brasileira, estes servirão, como sempre, de bode expiatório ou outro tipo de técnica na arte da propaganda governamental, para desviar a atenção da Sociedade para algo que também seja muito sério, mas mais sério ainda para os interesses do Planalto.

Leia mais…

Partido Federalista: Oposição ou Opção?

bandeira-oficialPensar que o Partido Federalista é um partido de oposição é uma posição equivocada. Não viemos para isso. Viemos para ser a alternativa, a opção que o brasileiro precisa, diante do cenário político que existe no Brasil. Não fazemos portanto, oposição, mesmo não concordando com decisões de governo, porque estas são reflexo do que queremos atacar: o modelo centralista do Estado Brasileiro. Melhor atacar a causa do que os efeitos.
Leia mais…